19 de Abril 2018
Foyer Nobre do Theatro São Pedro
Horário: 18h30
Entrada Franca
Classificação etária: Livre

Rhaissa Bittar lança single no projeto idealizado pelo Theatro São Pedro que oferece alternativa cultural para a hora do rush

Sabe quando você está com a cabeça nas nuvens? Pois é esse momento que o novo single da Rhaissa Bittar, “A Maior Ambição”, explora. A canção, dos pernambucanos Zé Manoel e Juliano Holanda, aliada à produção musical de Raul Misturada, é um convite à introspecção. Os porto-alegrenses poderão apreciar o trabalho desta cantora, atriz e compositora no show que ela protagoniza no dia 19 de abril, quinta-feira, às 18h30min, no Foyer Nobre do Theatro São Pedro, dentro da programação do Mistura Fina – Música para Fugir do Trânsito. A iniciativa tem financiamento do Governo do Estado do RS, através da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, via Lei de Incentivo/Pró-Cultura RS, realização da Associação Amigos do Theatro São Pedro e patrocínio da Sulgás.

Como intérprete, Rhaissa Bittar conduz o público por histórias, personagens, amargas tristezas, doces realizações e, ainda, traz uma mistura de gêneros musicais. O espetáculo produzido para divulgação do single, “A Maior Ambição”, que integra o repertório da nova turnê, “Silêncio”, conta a história da separação de um casal. Entre poesias de Ferreira Gullar, Alice Ruiz e Paulo Leminski, a intérprete apresenta novas canções e algumas releituras de Mauricio Pereira a Roberto Carlos. Pela primeira vez, toca instrumentos no palco como o ukelelê bass, que tem a estrutura pequenina de um ukelelê mas com cordas espessas de baixo, e o shruti box, um instrumento de fole (como a sanfona), dentro de uma pequena caixa de madeira, bastante comum na música indicada. O acompanhamento principal está nas mãos do músico, produtor musical das faixas e pesquisador Raul Misturada, que leva um violão de aço, um violão barítono e uma pedaleira com um universo de sonoridades.

Gravada anteriormente pelo compositor Zé Manoel, com piano e voz, a música “A Maior Ambição” ganha atmosfera cinematográfica sob a batuta do, também pernambucano, Raul Misturada. O arranjo imprime leveza e densidade ao mesmo tempo. A voz doce e serena de Rhaissa contrasta com os graves e as texturas do violão barítono e da guitarra barítono. A sonoridade é fruto da pesquisa de Raul com pedais e processamentos que, ao fim da música, dão lugar a clarinetes e clarones.

Sobre a artista

Cantora, atriz e compositora com dois álbuns lançados, Rhaissa Bittar integra diferentes expressões artísticas. Em “Voilà”, 2010, interpreta personagens de crônicas como um pombo correio traficante ou uma madame que teve o bife arrancado ao fazer as unhas. Em “Matéria Estelar”, 2014 (indicado a melhor álbum no Prêmio da Música Brasileira), o renomado artista plástico Jum Nakao a transforma numa boneca que canta as lamúrias de objetos como uma lista telefônica desempregada, ou um cavalo de xadrez que se apaixona pela rainha do jogo. Em “A Maior Ambição”, faixa que inaugura o novo trabalho, Rhaissa personifica uma nuvem como signo de silêncio e introspecção. Curioso é que nuvens, assim como a letra de “A Maior Ambição”, também têm seus paradoxos. Elas são feitas de pequenos cristais que refletem todas as cores e, quando misturadas, resultam numa única cor, branco. A criação da peça usada nas fotografias são da artista plástica Gabi Jovine. A cabeça de nuvem também será usada como figurino e cenário da nova turnê Silêncio.

Sobre o projeto

O projeto Mistura Fina define um novo momento na trajetória do Theatro São Pedro, que, agora, passa a propor projetos, ao mesmo tempo em que marca as comemorações dos seus 160 anos. Reunindo diversas linguagens, a proposta é uma agradável parada na hora do rush, para quem  trabalha ou está no Centro Histórico, esperando que o trânsito acalme. Mistura Fina traz ao palco do Foyer Nobre grandes expressões da música e seus convidados para um  saboroso happy  hour, temperado com arte, entretenimento  e bom gosto. As apresentações ocorrem sempre às quintas feiras, às 18h30h, com entrada franca. A iniciativa tem financiamento do Pró-Cultura RS e o patrocínio da Sulgás.

No total de 40 shows, se apresentarão músicos locais e de demais cidades do interior do Estado. Atualmente, o Rio Grande do Sul possui uma produção musical intensa e qualificada, marcada pela pluralidade, com músicos e compositores de altíssimo nível em todos os estilos musicais. Com curadoria afiada de Arthur de Faria e Bruno Melo, Mistura Fina – Música para Fugir do Trânsito traz ao palco do Foyer Nobre do Theatro São Pedro trabalhos bem elaborados, assegurando ao público a certeza de bons espetáculos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *